IR PARA PROFISSIONAL

Lombalgia / Protusão Discal / Escoliose

Aproximadamente 90% da população já sofreu ou sofre de episódios de Lombalgia, porém lombalgia não é um diagnóstico de uma patologia e sim um termo que significa dor lombar, sendo assim se trata de um sintoma causado por uma alteração biomecânica que na maioria dos casos está relacionada a outras áreas do corpo, como o encurtamento dos músculos da pelve e dos membros inferiores o que gera um desequilíbrio postural e de funcionamento articular. Conseqüentemente algumas dessas áreas passam a ser hipomóveis (pouca mobilidade), a partir disso o corpo precisa criar uma compensação através de uma hipermobilidade (muita mobilidade), esse movimento excessivo causa um estresse sobre o disco intervertebral o que com o passar do tempo pode gerar uma protusão discal ou hérnia de disco.

Esse desequilíbrio postural também pode provocar um desnível na pelve, onde se “apóia” a coluna que será compensada pelo corpo com a formação de uma escoliose em “C” ou em “S”.

Portanto para este tipo de patologia é de fundamental importância a fisioterapia com uma visão global, pois como dito anteriormente vários segmentos corporais influenciam nesta condição, principalmente os membros inferiores, como por exemplo, um pé “chato” ou “plano” (pronado) pode provocar uma rotação na mesma perna com encurtamento dos músculos da pelve e conseqüentemente um desnível da mesma.

Por essas características os tratamentos mais indicados são o RPG, a osteopatia que enfatizam o tratamento do tecido miofascial (tecido responsável pelos encurtamentos) e que também trabalham para devolver a mobilidade normal nas áreas de hipomobilidade o que acarretará em menos sobrecarga em outras áreas hipermóveis (protusão discal).

Também é de grande valia o trabalho de cinesioterapia e hidrocinesioterapia para fornecer estímulos de propriocepção e fortalecimento tanto de membros inferiores como da parede abdominal e os músculos costais que têm papel fundamental na estabilização da coluna vertebral.

entre em contato